segunda-feira, maio 11, 2009

iQLês?

Burma Chronicles
Guy Delisle

Um estrangeiro na Birmânia (Mianmar). O país que se fechou ao mundo visto a partir de dentro por um canadiano casado com uma médica dos Médicos Sem Fronteiras destacada no país, com um filho bebé. Uma narrativa fluída e apaixonante com uns desenhos naïve quase a fazer lembrar Art Spiegelman.
Drawn & Quarterly, 2008









Shenzhen
Guy Delisle

Depois de ler o "Burma Chronicles" tinha que ler o que antes tinha feito o autor. Este é um registo de viagem da sua passagem pela China, como realizador de filmes de animação. O desenho é mais cru, mas também bastante interessante uma vez que vemos, pelos olhos de um ocidental, situações caricatas de uma aventura (quase como as Crónicas da Califórnia, mas ilustrado).








Exit Wounds
Rutu Modan

Uma história de um amor não correspondido num país em constante estado de emergência. Uma mulher que procura o seu amante desaparecido, num morto não identificado num atentado em Israel, na "esperança" de não ter sido rejeitada. Para isso procura o filho do amante, que não fala com o pai há anos, para tentar identificar o cadáver. Uma história muito interessante com desenhos simples e claros.
Drawn & Quarterly, 2008









A Tetralogia do Monstro
(O Sono do Monstro, 32 de Dezembro, Encontro em Paris e Quatro?)
Enki Bilal

Demorou a terminar a edição desta saga de Enki Bilal. Inicialmente anunciada como uma trilogia acabou por se tornar numa Tetralogia. Percebe-se a ideia dos quatro volumes, mas com tanto enredo não seria pior se fossem só três. Há partes da história que o autor se perde no meio do enredo. Mas mesmo assim é um verdadeiro universo Bilal.
Meribérica/Liber, 1999 - Asa, 2009







2 comentários:

monteiRn disse...

Espero q tenhas gostado do Guy delisle, as historias sobre as suas estadias nesses paises sao quase irreais.
Tal como o traco original da Rutu Mondan de q tb gostei bastante.
Quanto ao Bilal devo dizer q está a tornar-se mto dificil conseguir usufruir dos seus livros, parece q o ultimo q saiu por estes dias ainda é pior.
Um abraço

Bahadur Kaur disse...

Se preciso de mudar de perspectiva, arejar, abrir a cabeça, venho ao teu blog. Nunca me desilude. ;) Obrigada!